Alunos de Paracatu de Baixo produzem matéria d’A Sirene

Durante o mês de setembro e início de outubro, o programa de extensão Sujeitos de Suas Histórias realizou oficinas temáticas e voltadas à produção jornalística em parceria com o jornal A Sirene. A parceria já havia sido realizada em 2019, quando alunos e alunas das escolas de Paracatu de Baixo e Bento Rodrigues produziram matérias especiais para o mês das crianças.

Pedro Henrique fotografou a realização das tarefas do dia, rotina presente nas vidas das crianças da EMPB desde 2020

Em 2021, o convite foi firmado mais uma vez para a edição de outubro, mas agora, o cenário e a rotina, modificados diretamente pela pandemia, estavam bem diferentes. O tema da reportagem especial foi o período remoto, a experiência de estudantes da Escola Municipal Paracatu de Baixo (EMPB) durante as aulas online e as saudades do ensino presencial, além das atividades de lazer realizadas pelos meninos e meninas dentro de suas casas.

Durante o período de produção, o programa realizou oficinas práticas com os estudantes, a fim de colher relatos, dialogar e debater sobre os temas. Primeiro, uma reunião de pauta foi realizada para a decisão conjunta do tema da reportagem especial. As crianças ficaram entusiasmadas com a possibilidade de relatarem um pouco de suas rotinas. A partir da decisão do tema, partimos para a execução. Em uma oficina no estilo de entrevista pingue-pongue, ouvimos os relatos e conversamos sobre esse período. Com as respostas, os alunos e as alunas foram dando luz às suas experiências e percalços do ensino remoto, além do que sentem.

Passado esse momento, era hora de decupar esse material. A equipe do projeto  transcreveu os relatos de forma literal e sem qualquer ruído ou mudança, preservando as características de oralidade d’A Sirene, que demarcam o lugar de fala da publicação a partir das comunidades e sujeitos atingidos. Depois, iniciamos a montagem da reportagem, ajustando e juntando o material, e produzimos um texto de abertura explicando o contexto dos jovens no isolamento social.

Por fim, recolhemos e selecionamos fotografias para ilustrar o texto. Em diversos momentos dos nossos encontros, havíamos pedido para que nos enviassem imagens produzidas por eles de diferentes espaços e experiências: a ideia era retratar o dia a dia dentro de casa. Recebemos fotos dos ambientes de estudo, de atividades escolares realizadas, de atividades de lazer.

O material também passou por análise e edição da equipe d’A Sirene, que esteve em diálogo frequente com os projetos durante o processo de produção.

Por Lavínia Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s